Lançado em: 03-02-2018

Reflexão

LEITURA I – Jó 7,1-4.6-7

SALMO RESPONSORIAL – Salmo 146 (147)

LEITURA II – 1 Cor 9,16-19.22-23

A 1ª Leitura e o Evangelho tratam hoje do grande problema do sofrimento. Não é fácil darmos resposta ao problema do mal no mundo. Hoje ainda, apesar do progresso da medicina, da ciência e da técnica, continua a haver muitos doentes de todas as idades e condições, doenças muito dolorosas, tristezas dos que envelhecem e dos que se sentem em solidão.
O sofrimento em si é um mal. Deus permite o mal mas não quer o mal do homem. Deus é pelo bem, pela felicidade, pela libertação, pela vida. Não encontramos explicação para o mal e temos que ter dele uma visão cristã. A vida de Cristo mostra-nos muito bem isto – Ele veio dar-nos a graça de poder transformar o sofrimento num bem. Já dizia o profeta Isaías o que nós hoje repetimos na aclamação do Evangelho: “Ele tomou sobre Si as nossas dores e carregou com os nossos sofrimentos”. E o trecho do Evangelho mostra bem que Jesus, depois de ensinar a Boa Nova na Sinagoga, curou a sogra de Pedro e muitos outros doentes. Mas com que poder fez Ele estas curas? Para mostrar bem a natureza da Sua Missão, Jesus retira-Se em oração para entrar em perfeita união com o Pai: Cristo liberta-nos do mal para nos levar até Deus.
À luz do Evangelho o sofrimento tem então um sentido redentor: assim como o sofrimento, a Paixão de Jesus e a Sua morte hão-de levar-nos à Ressurreição final em Cristo. Como diz São Paulo, na 2ª leitura, compete a todos nós a missão de pregar o Evangelho.
Levemos pois aos nossos irmãos a mensagem do dia de hoje: nós os que sofremos mostremos aos outros o sentido cristão das nossas dores e todos ajudemos os que sofrem para encontrarem em Cristo esse sentido.



ÚLTIMOS LANÇAMENTOS

Lançado em: 17-02-2018

1º Domingo da Quaresma


Lançado em: 10-02-2018

Leituras


Lançado em: 28-01-2018


Lançado em: 25-01-2018

Reflexão


Lançado em: 05-01-2018

Homilia da Festa da Sagrada Família.